sábado, 29 de dezembro de 2012

O TEMPO EM SEMANAS


Engraçado até engravidar (e mesmo sendo enfermeira) eu nunca entendi ou soube muito bem como contar o tempo em semanas, no final das contas, estava sempre perdida. Porem,  bastou eu saber que estava grávida e pronto um relógio diferente foi acionado em mim e agora contar o tempo em semanas ficou fácil. Atribuo isso ao amor e carinho que dentro de mim crescem todos os dias, amor esse que já é enorme antes mesmo de eu conhecer meu filho.
Pois bem, chegando tão perto do final de 2012 sempre faço minhas reflexões sobre o ano que esta acabando e internamente faço um planejamento para o ano que esta batendo a porta.
2012 foi um ano confuso, com muitos acontecimentos, um mix de sentimentos, pessoas, oportunidades, lágrimas, risos, perdas, ganhos e acontecimentos marcantes. Claro que nada foi mais impactante que a perda da minha sogra e minha gravidez, nem mesmo ter completado 30 anos de vida. Quando perdemos minha sogra foi um momento triste, duro de acreditar e aceitar (sinceramente,  até agora parece uma grande mentira), ainda mais difícil foi não poder fazer nada para amenizar a dor do meu marido, eu quis o tempo todo que ele não tivesse que viver isso. Logo depois, soubemos da minha gravidez e então fomos tomados por um tufão de esperanças, neste momento sentimos as mãos de Deus nos tocar e agradecemos, afinal, esse era nosso sonho. O começo da gravidez não foi fácil, quem esteve ao meu lado sabe tudo o que passei. Mas, mais uma vez aprendi a ter paciência e esperar que o tempo agisse. E como mágica quando eu completei 15 semanas de gravidez, acordei renovada (hormônio,  só entende quem tem).
Para 2013 tenho muitos planos, mas, tudo muito diferente do que já vive e planejei, quando se esta perto do desconhecido planejar não é tarefa das mais fáceis. Digo desconhecido por aqui ainda não sei ao certo como é este universo de ser mãe, dizem que quando nasce uma criança, nasce junto uma mãe, e eu acredito muito nisso. Hoje bem perto de completar 30 semanas de gestação já me sinto muito mãe, mas, ainda não sei como vai ser meu filho, o quanto de trabalho e prazer vou ter nessa nova jornada e então faço planos menos ousados e com prazos menores, vou viver  cada dia esse novo universo e assim que me sentir mais estabilizada, volto aos planos arrojados e de longo prazo.
Neste momento eu apenas tenho o coração agradecido a Deus pela passagem do tempo (ano de 2012). Não reclamo das coisas ruins vividas, tudo foi experiência e aprendizado, sou grata por tudo. Geralmente não peço, apenas agradeço (e desta forma Deus já tem sido muito generoso comigo), mas, aqui vou deixar meus pedidos de ano novo, não quero nada além de paz e saúde para mim, meu filho, meu marido e minha família. Se tivermos paz e saúde iremos ter as armas necessárias para enfrentar as batalhas do dia-a-dia e assim conquistar um ano novo de realizações e muito crescimento.
A você leitor, eu desejo um grande ano de 2013.
Cris Zafred Zanaga

sábado, 3 de novembro de 2012

Vida

Já estou entrando na 22ª semana da gravidez. E tantas emoções diariamente tomam conta de mim.
Sempre me imaginei gravida, mãe....mas, confesso tudo o que um dia imaginei não chega nem perto do que vivo hoje. Um turbilhão diário de sentimentos e emoções tomam contam de mim. 
Mulher gravida é muito sensível  mil vezes mais sensível que durante a TPM. Choro vendo desenho e fico extremamente irritada com qualquer pequena bobagem do dia-a-dia. 
Me olho no espelho e não reconheço meu corpo, tudo esta diferente. Por vezes chego a duvidar que um dia vou voltar a ser eu mesma. Sei que minha vida nunca mais voltara ao que um dia já foi, mas, sinceramente, eu nem quero. Hoje, não sou mais sozinha, tenho no coração um amor que só aumenta. E antes mesmo do meu filho nascer eu já sei que minha vida mudou e vai continuar mudando.
Eternamente vou me lembrar de todas as vezes que pude ouvir e ver meu filho pelo exame de ultra-som. Vou sempre me lembrar da primeira vez que senti ele mexer dentro da minha barriga, tudo bem, eu não tinha certeza do que era, mas, foi mágico e assim tem sido todos os dias. Cada vez que ele me movimenta aqui dentro e eu sinto, é uma emoção sem palavras. É sinônimo de vida, de que ele esta crescendo e que logo vai chegar a este mundo.
E assim é vida que segue.
Cris Zafred Zanaga

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

De repente grávida, de repente 30...


Nossa quanta tempo sem passar por aqui....
São tantas as novidades, os acontecimentos...parece que vivi  01 ano em  3 messes.
Vamos lá...
Em 02 de julho descobri que estou grávida. E fui invadida por um turbilhão de sentimentos. No momento em que se vê o exame positivo...tudo muda. Você passa a ver o mundo com outros olhos. Em alguns momentos é o medo que toma conta e em outros é a certeza de que você é capaz.
Logo após ter descoberto a gravidez, fui viajar. O destino era a realização de um grande sonho. Disney. Mas, nem tudo são flores. E logo após o 4 dia lá em Orlando,  comecei a sentir os sintomas de estar grávida: enjoos, náuseas, mal estar e tudo mais que o começo de uma gravidez pode ter. Voltamos da viagem com 05 de antecedência, ficar lá estava impossível.
Chegamos ao Brasil, fui hospitalizada e assim dei inicio aos 3 messes mais “diferentes” de tudo o que eu já havia vivido. Foram dias  de enjoos intensos, pressão muito baixa, náuseas, vômitos e mal estar. Cada dia da gravidez um novo sentimento, um novo acontecimento.
Fazer o primeiro ultra som foi incrível, ver e ouvir aquele coração que bate dentro da minha barriga foi a melhor sensação do mundo. Descobrir o sexo mudou tudo, nome escolhido e a  gravidez passou a ter outra cara, outro nome, outra cor.
No meio desse turbilhão todo, chegou meu aniversário, 30 anos. Meu Deus!!!  Me tornei uma balzaquiana. E agora como vai ser? E mais uma vez a cabeça se enche de coisas, dúvidas e pensamentos. Sempre falo que tenho a síndrome do Peter Pan, envelhecer parece que não está em meu planos, amadurecer sim, perder a juventude não!
Mas, enfim...completei 30 anos, aqui estou....cada dia uma nova sensação, cada dia esperando por uma novidade, por que estar grávida é isso!!!
Cris Zafred Zanaga

terça-feira, 3 de julho de 2012

Em transformação


E agora não tenho mais dúvidas, dentro de mim um amor enorme e cheio de certezas. Estou forte.
A vida é rápida e o criador certeiro em suas sábias decisões. 
É preciso agradecer por tudo, dobrar os joelhos e dizer: Senhor, obrigada.
Rapidamente tudo muda de foco, de cor e o sentido das coisas e da vida mudam como num piscar de olhos.
O que me define hoje é algo completamente diferente e maior do que me definiu até ontem.
Fé na vida e nas pessoas para que tudo continue no caminho da paz e do bem.
Cris Zafred Zanaga


quinta-feira, 28 de junho de 2012

Só me vejo contigo



"...E quando agente briga sério ou por bobagem, é o pior dos castigos, mas, basta um abraço e um beijo, o amor fala mais alto e só me vejo contigo..."

terça-feira, 26 de junho de 2012

Oração de São Bento

A medalha de São Bento é considerada um sinal poderoso de fé. O uso da medalha protege contra as artes do demônio e concede graças.



A cruz sagrada seja minha luz.
Não seja o dragão o meu guia.
Retira-te satanás. 
Nunca me aconselhes coisas vãs.
É o mal que tu me ofereces. 
Bebe tu mesmo o teu veneno.
São Bento rogai por nós que recorremos a vós.
Amém.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

terça-feira, 12 de junho de 2012

Um dia para chamar de nosso

Meu eterno namorado....Basta um olhar, e já sabemos o que um quer falar para o outro. Basta um toque e nossos pensamentos se cruzam e nos levam onde precisamos chegar. Somos almas gemêas e ao mesmo tempo somos opostos. Nos amamos de forma pura, simples e incondicional. Não preciso de nada e quando preciso você adivinha. Meus maiores, menores e mais intimos sonhos, você sempre realiza. Juntos em qualquer situação. Somos livres por que nosso amor é seguro. Você me suporta e eu cuido de você.
Estamos trilhando nosso caminho juntos, nunca um a frente do outro, mas, sempre um ao lado do outro.
Nos respeitamos, admiramos e torcemos pelo sucesso. E é por isso que....
.....Te amo hoje e em todos os nossos dias
.

Feliz dia dos namoridos!

segunda-feira, 11 de junho de 2012

É VIDA QUE SEGUE



Dizem que é quando perdemos que damos valor. Em partes concordo com a afirmação e em partes não. A vida tem me ensinado e mostrado o quanto é importante dar valor ao que temos, mas, principalmente o quanto é importante valorizar as pessoas que estão a nossa volta. Pessoas que gostamos e que realmente gostam de nós. E assim tenho feito.
Os últimos dias foram tensos e tristes. Minha sogra, pessoa querida adoeceu e não suportou a doença, se foi. O corpo se foi, mas o amor e legado ficaram.
Claro que tínhamos nossas diferenças, afinal ninguém é perfeito e não é por que faleceu que a pessoa se torna santa. Mas, imaginem alguém incapaz de fazer mal de alguém, imaginem alguém que nunca teve voz para reclamar e “retrucar”. Ouvia desaforos e se calava, muitas vezes se calou em nome da família, do amor, dos amigos, em nome próprio e em nome da sabedoria que a vida lhe conferiu.
Muitas vezes nossas ideias foram contrárias, muitas vezes parecíamos mãe e filha por que os pensamentos se completavam.
Me deu abrigo físico e muitas vezes emocional, também ajudou a crescer e construir a vida ao lado do filho que ela gentilmente me “emprestou” como marido.
Era envergonhada e carinhosa, comilona e vivia de dieta. Pouco vaidosa, mas, sempre arrumadinha.
A vida lhe foi generosa, e ela soube aproveitar as oportunidades que teve. Viveu em nome de um amor puro pelo marido e pelos filhos. E mesmo as mais tristes perdas e dores não a fizeram ter o coração endurecido, muito pelo contrário, estava sempre disposta a perdoar e recomeçar.
Os últimos dias com ela foram intensos, cheio de sentimentos que estavam guardados pela vida, confissões, esclarecimentos, nos doamos uma à outra, nos entregamos a uma relação que jamais terá fim, apenas uma breve pausa. Acredito que um dia nos reencontraremos.
E hoje a vida segue, pois a perda pela morte é a última etapa da vida de quem se foi e mais uma parte da vida de quem fica e precisa seguir em frente.
Cris Zafred Zanaga

terça-feira, 29 de maio de 2012


E em mim ainda há algo de novo, algo que precisa ser lapidado. Há um certo desconhecido que não surge na imagem refletida, mas, que aparece na forma de sentimento livre, puro e ainda não vivenciado.
Cris Zafred Zanaga

segunda-feira, 14 de maio de 2012


"A distancia entre duas pessoas não pode ser medida em metros ou quilômetros e sim pela ausência de palavras"
Autor Desconhecido

quarta-feira, 9 de maio de 2012

TÔ CARENTE




...Eu tô carente desse teu abraço
Desse teu amor que me deixa leve
Eu tô carente desses olhos negros
Desse teu sorriso branco feito neve

Eu tô carente desse olhar que mata
Dessa boca quente revirando tudo
Tô com saudade dessa cara linda
Me pedindo fica só mais um segundo



Tô feito mato desejando a chuva
Madrugada fria esperando o sol
Tô tão carente feito um prisioneiro
Vivo um pesadelo, beijo sem paixão


Tô com vontade de enfrentar o mundo
Ser pra sempre o guia do seu coração
Sou a metade de um amor que vibra
Numa poesia em forma de canção...
Paula Fernandes

sexta-feira, 27 de abril de 2012

FUGIR E VOLTAR



"Há uma porção de coisas minhas que você não sabe, e que precisaria saber 

para compreender todas as vezes que fugi de você e voltei e tornei a fugir." 

Caio Fernando de Abreu

REZA



"É reza de proteção, Coisa de benzedeira, invejas, raivas, pragas.
Mantenha a distância, por que o santo é forte.
É o universo, agente falando do universo, como se nada fosse ou como se tudo fosse o que é."
Rita Lee

terça-feira, 24 de abril de 2012

AGRADEÇO AO DESTINO


"O destino nada me perguntou em colocar você na minha vida, mas caso você encontre com ele, agradeça-o em meu nome…"

Caio Fernando de Abreu

segunda-feira, 23 de abril de 2012

ARTE, SOM E POESIA

Sabe aquela música que diz algo mais ou menos assim: eu devia ter amado mais, ter chorado mais, ter feito o que eu queria fazer....


Sei lá não concordo, acredito que tudo acontece quando tem que acontecer e que o universo sopra a nosso favor quando tem que ser, o restante é fruto de nossas escolhas, acertos e erros.

Ando meio cansada de ter que acertar sempre, escolher sempre a melhor opção. To querendo viver outra música que diz assim: Deixa a vida me levar, via leva eu.....

Viver conforme o sopro de vida que nos esta guardado. Por que sinto que quando estamos caindo, a vida tem sem um sopro e nos faz levantar, então, pra que remar tanto contra a maré? Onde eu vou chegar? Em que lugar quero estar de fato?

Lenine em uma de suas músicas diz que quando ele olhar para o lado só quer estar cercado do que lhe interessa. E eu me pergunto: há algum mal nisso? Não quero e não preciso estar perto de quem me faz mal.

Tenho procurado me abster dos problemas alheios, eu escuto, administro em mim e depois passa. Ah, a vida já é tão cheia de altos e baixos, ventanias e mansidão, por que eu preciso do vento dos outros.

A vida pode ser musicada, pode ter o ritmo e o volume que você determinar. Eu faço da minha vida dias de música lenta para dançar de rosto colado em silêncio em outros dias toco um rock pesado, cheio de barulho e que faz minha vida andar, andar para frente, e nos dias normais faço uma melodia simples, calma que tenha a cor e o sabor dos meus sonhos. Sonhos que sonho sozinha, que sonho junto, que conto, que realizo ou que apenas sonho.

Por que como diz o poeta Fernando Pessoa em seu poema intitulado Tabacaria: “para a vida tenha apenas todos os sonhos do mundo.”

É isso, a vida é feita de arte, som e poesia, sonhos, realizações, desejos, fantasias, amor, problemas, risos, choro....a vida é viver conforme o tom e o som que nós e o universo determinamos.
Cris Zafred Zanaga

sexta-feira, 20 de abril de 2012

quinta-feira, 12 de abril de 2012

SEJA RESPONSÁVEL POR VOCÊ


Procure descobrir o seu caminho na vida.
Ninguém é responsável por nosso destino, a não ser nós mesmos.
Chico Xavier

MINHA CASA, MEU SANTUÁRIO!


Minha casa, meu sonho, meu santuário!
Foram 10 messes longe de casa, foram os 10 messes mais longos e estressantes que já vivi ou melhor vivemos.
Quando resolvemos que nossa casa seria reformada, sabíamos que não seria fácil, só não pensávamos que seria tão difícil.
Desenho de arquiteto e engenheiro só dão certo é no papel, mas, com uma boa dose de paciência e bom humor tudo se ajeita.
Finais de semana dentro de lojas de material de construção, pedreiros, pintores, marceneiros, eletricistas, gesseiros,  encanadores, um monte de gente trabalhando e dando trabalho.
Descobrimos que cimento, pedra, areia, canos, tubos, fios, pisos, tintas, pias, chuveiros, louças, metais custam caro, muito caro.
Comecei a ir ao shopping e transformava os preços das vitrines em quantos metros de piso eu poderia comprar com aquele valor. Uma loucura.!
Isso sem contar que no período da reforma estávamos morando na casa da minha sogra, ela foi bacana comigo, me fez sentir em casa...(mas, sogra é sempre sogra)!
Enfim, entre caçambas e entulhos nós sobrevivemos e hoje estamos de volta a nossa casa ou melhor ao nosso santuário.
"Casa da gente" é lugar sagrado e a minha ficou especial. É  aqui que recarrego a energia, que descanso o corpo  e que tenho paz.Tudo como sonhei, cada coisa que hoje tem nesta casa foi comprada com muito esforço e por isso valorizamos. Em cada canto que eu olho, nos vejo e sinto que uma nova fase, um novo futuro começa a ser escrito. E é por isso que respeito a casa das pessoas que visito, pois só colocamos em nossas casa pessoas que gostamos.
Aqui é lugar de amor, de encontro da família e dos amigos. Pretendemos celebrar cada dia, pois acreditamos que cada novo dia já é motivo de celebração.
Nossa cachorrinha tem certeza de que aqui é um parque de diversão, tem lugar de sobra pra ela brincar, correr, se divertir.  Se até ela esta feliz, imaginem nós!?!
Gosto de compartilhar as coisas boas da vida e então compartilho aqui um bom momento, um recomeço, um retorno a casa que esta sendo especial.
Cris Zafred Zanaga


sábado, 31 de março de 2012

MELHOR SENSAÇÃO




...O que de um grande amor se espera
É que tenha fogo;
Que domine o pensamento
E traga sentido novo.

Que tenha paixão, desejo,
Que tenha abraço e beijo,
E seja a melhor sensação;
Que preencha a vida vazia,
Mande embora a agonia,
E que traga paz pro coração...
Jorge e Mateus

quinta-feira, 22 de março de 2012

SÓ PEDINDO PACIÊNCIA

7 da manha, metrô lotado e uma mulher com a mão na minha cintura tentando roubar meu cinto. Um absurdo! Um bate boca, um homem me ajuda e ela solta meu cinto e desce na próxima estação.
Estação da Sé, 6 metrôs passam até que tenho coragem de perguntar ao guarda como entrar em um trem tão lotado. Ele me explica que basta ficar parada na plataforma de embarque que quando o metrô chegar serei "levada" para dentro do vagão. E para sair como eu faço? dê 2 passos em direção a porta, você será levada para fora. E acontece exatamente isso, quando o metrô chega uma multidão me coloca para dentro do vagão, fico me sentindo um sardinha na lata, até que um cidadão pisa no meu pé até sangrar. A estação que devo descer esta próxima, dou exatamente dois passos em direção a porta e sou arremessada para fora do vagão,  como uma bola no pé do jogador batendo o pênalti, se não fosse a escada rolante eu teria chegado a rua, sem esforço.
Um dia longo de curso, interessante, mas, longo!
São 18:00 horas, uma amiga diz que a estação Paulista do metro é melhor que a Sé (menos gente) eu e um amigo resolvemos acompanha-lha e subir a rua da Consolação até a Paulista, claro que eu não tinha noção da distancia. Próximo ao cemitério da consolação, resolvo que é ali mesmo que quero ficar. Mas, não dá, subimos mais e mais. A calça jeans já esta grudada no corpo, os pés quase que em carne viva.
Chegamos a a tal estação, tão lotada quanto a Sé, porém, um pouco mais organizada. Demoramos um pouco para conseguir entrar no vagão, mas, depois, tudo bem. Desço na estação Conceição, esta chovendo. Corro e pego meu carro no estacionamento que ficou para lavar. Aciono o limpador de para-brisa, o vidro esta mais sujo do que quando deixei o carro.
Faço um oração pedindo paciência..
Cris Zafred Zanaga

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012



...É que mesmo sabendo que você esta perto, te sinto longe...

EQUILIBRISTA DE PRATOS


A vida nos coloca em situações diversas todos os dias, não é mesmo?!?
Me pego pensando em como cheguei até aqui, tudo o que passei e o quanto já evolui na minha caminhada.
Mas, confesso que em determinadas situações me sinto como uma integrante de arte circense, uma verdadeira equilibrista de pratos, sinto que não posso deixar os pratos pararem de girar e tão pouco deixa-los cair, por vezes vejo a minha vida nesses pratos.
Sinto que remediar os conflitos, não deixar os pratos pararem e tão pouco caírem, faz parte das situações inusitadas que a vida nos coloca.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

QUANDO EXISTE UMA PARTIDA

Sou alguém que gosta de viver e que tem um amor incrível a vida. 
Sim, a vida que tem seus altos e baixos, dias bons e outros nem tanto. Mas, assim é a vida.
Hoje, compartilhei um pouco a dor de um amigo que perdeu sua irmã, uma moça de 17 anos. Breve foi sua passagem nesta vida, e o sentido de sua existência só poderá ser descrito por aqueles que conviveram ao seu lado.
Já escrevi aqui e tenho tido aos amigos próximos o quanto nossa vida é rápida, passageira e muitas vezes efêmera.
A quem diga que a morte faz parte da vida, outros dizem que a morte é a última etapa desta mesma vida. Se faz parte ou se é a última etapa, pouco importa. Importa mesmo é a dor que fica, a saudade que consome, as lembranças, o gosto do que um dia foi vivido ao lado de quem nos deixa após ter cumprido sua jornada.
Quando vivencio uma perda, percebo o quanto ainda tenho a fazer e o quanto muitas vezes perco meu tempo me preocupando com coisas pequenas, dando importância a situações que não merecem um único minuto da minha atenção, mediando conflitos internos e externos e assim, vou deixando a vida passar diante dos meus olhos.
Hoje, estou sensibilizada, sei que amanha é um novo dia e como todo novo dia terei chance de fazer diferente o que venho sempre.
A vida nos dá sempre a mesma oportunidade: viver os todos os dias de forma diferente.
E para fechar fico com a uma frase de uma música chamada "coisas da vida" que diz assim: "como é estranho ser humano nessas horas de partida"...

domingo, 12 de fevereiro de 2012

AH..SEI LÁ...

Não sei, mas, parece que estou perdendo uma batalha. Há dias me sinto sem forças, vontade zero de fazer alguma coisa.
Olho para o relógio e não percebo a passagem do tempo, muito pelo contrário, me sinto estagnada em algum lugar do meu passado. Busco saída e soluções que nunca chegam.
Por vezes, não me sinto viva, sinto apenas que estou fazendo as coisas por que são necessárias. Por que a vida parece ser assim, um dia após o outro, vivendo de obrigação.
Tá eu sei que essa realidade, não é assim, tão fria e difícil. Tenho tido bons momentos. Mas, nada parece me satisfazer, nada é como antes. A vida que segue saiu dos trilhos, perdeu o eixo e esta fora de nível.
E eu me pergunto o tempo todo do por que disso ou daquilo outro. Respostas eu até encontro, algumas parecem preencher a lacuna que os bons tempos deixaram, outras chegam a soar como um grande vazio, aumentando ainda mais minhas dúvidas e aflições.
Preciso encontrar novos ares, algo que mude e balançe minha vida, algo que faça com que as boas coisas retornem ao eixo correto. Agora e aqui, meu desejo é úncio, sentir a vida bater em meu peito mais uma vez. Não quero mais fazer por fazer, estar por estar. Quero o corpo, a alma e o coração batendo em um único compasso, sendo outra vez uma só vida. E não mais a vida que segue e sim a vida que todos os dias acontece cheia de brilho, amor e prosperidade.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

EXATO MOMENTO

...Talvez o amor só seja assim pra mim
E pra você não seja nada disso
Mas eu prometo tentar aprender a te amar do jeito que for preciso...

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

PARA SER FELIZ



"Se você que ser feliz, mande embora seu "severo juiz", ouça seu coração. Valorize o que sente e seja uma pessoa verdadeira. Assuma seus sentimentos. Só diga sim depois de sentir o que realmente quer. Não tenha receio de dizer não. Deixe de contar seus problemas aos outros e perguntar o que deve fazer. Confie em seus critérios. Você pode! Experimente."


Zíbia Gasparetto

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

BELEZA DO MUNDO


"...Ora, não percebeis que com os olhos alcanceis toda a beleza do mundo? O olho é a janela do corpo humano pela qual ele abre os caminhos e se deleita com a beleza do mundo." 
Leonardo da Vinci

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

PASSAGEM DO TEMPO

Pensando na passagem do tempo e em como o tempo passa rápido para algumas situações e em como esse mesmo tempo é lento em outras.
O tempo por vezes parece um inimigo feroz, nos rouba a juventude, os melhores momentos, as pessoas queridas, as oportunidades de ser e fazer feliz e de dizer EU TE AMO.
E há o momento em que o tempo é um grande amigo, apaziguador da tristeza, da raiva e da magoa que um outro tempo nos deixou.
Há tempo para o tempo, tempo em que se precisa somente sentir a dor do amor ou a alegria da felicidade.
O tempo nos é dado livremente, decidimos todos os dias quando acordamos de que forma iremos utilizar nossa quota de tempo.
Acredito, no tempo da qualidade, da prosperidade, da paz e do amor. Acredito no tempo que cura, no tempo que liberta o coração, os pensamentos e a alma.
Vivo no meu tempo, faço o meu tempo como posso e todos os dias busco fazer do meu tempo o último tempo de todos os tempos.
Assim, minha vida caminha...
 Cris Zafred Zanaga

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

SEMPRE RENOVADA

"Aprendi com a primavera;  a deixar-me cortar e voltar sempre inteira."



Cecília Meireles

APESAR DE TUDO

 ** Apesar das ruínas e da morte, onde sempre acabou cada ilusão.
A força dos meus sonhos é tão forte, que tudo renasce a exaltação e nunca minhas mãos ficam vazias.**
Sophia de Mello Breyner

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

NÃO SEI QUEM SOU, SÓ SEI DO QUE NÃO GOSTO

 


Sempre precisei de um pouco de atenção.
Acho que não sei quem sou.
Só sei do que não gosto.
E deste dias tão estranhos.
Fica poeira se escondendo pelos cantos.

Renato Russo